Resultado da Dell eleva ações, mas analistas ficam cautelosos

quarta-feira, 18 de maio de 2011 15:51 BRT
 

Por A. Ananthalakshmi

BANGALORE (Reuters) - As ações da Dell chegaram a saltar 7 por cento para a máxima em 1 ano nesta quarta-feira, após a segunda maior fabricante mundial de PCs reportar lucros e margens muito superiores às expectativas no primeiro trimestre.

A companhia também melhorou sua previsão de lucro operacional para este ano fiscal devido às fortes vendas para clientes corporativos.

Analistas de Wall Street elevaram seus preços-alvo para a ação da Dell, mas classificaram a previsão feita pela própria companhia para sua receita este ano como "agressiva" e alertaram que as margens podem não ser sustentáveis.

O analista Jeffrey Fidacaro, do Susquehanna Financial Group, disse que a Dell precisará ser mais agressiva em suas aquisições para chegar à meta de crescimento da receita de 5 a 9 por cento.

A receita da Dell no primeiro trimestre ficou abaixo das expectativas do mercado.

"A projeção da empresa claramente é agressiva em uma base de crescimento orgânico", disse Fidacaro, acrescentando que a Dell precisaria de aquisições para ter expansão da receita de até 9 por cento.

Para ele, a Dell teria que comprar uma empresa que gere entre 1,3 bilhão a 1,5 bilhão de dólares em receita para que atinja o ponto médio da faixa de crescimento prevista para receita. E a aquisição de uma empresa com essa ordem de faturamento pode custar de 3 bilhões a 4 bilhões de dólares, segundo o analista.

A Dell tinha 15,2 bilhões de dólares em caixa e investimentos no fim do primeiro trimestre.

Em dezembro, a Dell anunciou planos de comprar a empresa de armazenamento de dados Compellent Technologies por cerca de 960 milhões de dólares, com o intuito de reduzir sua dependência do segmento de hardware. Em janeiro, a Dell disse que irá comprar a SecureWorks por um valor não divulgado.

Os papéis da Dell subiam quase 6 por cento às 15h50 (horário de Brasília) na Nasdaq, cotados a 16,84 dólares.