Fabricantes de tablets aumentam aposta no Brasil

segunda-feira, 23 de maio de 2011 20:02 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - Empresas de tecnologia que entraram no mercado de tablets após o lançamento do iPad, da Apple, no ano passado, estão revisando suas estratégias de negócios e aumentando as apostas no Brasil após o governo ter desonerado os aparelhos.

A norte-americana Motorola e a coreana Samsung já produzem tablets no Brasil. A brasileira Positivo Informática planeja o lançamento de um modelo para o segundo semestre e a ZTE, da China, produzirá o aparelho em sua nova fábrica em Hortolândia, interior de São Paulo.

O governo publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira medida provisória que inclui computadores tablets no regime que dá incentivos fiscais para a produção de bens de informática.

A medida estabelece a inclusão dos tablets pouco após integrantes do governo anunciarem que a taiuanesa Foxconn avalia fabricar produtos da Apple no país, inclusive o iPad.

A Samsung, que concorre com o iPad com o tablet Galaxy Tab, já produz o aparelho em sua fábrica de Campinas, interior de São Paulo. Porém, o Galaxy Tab --com tela de 7 polegadas-- não receberá benefícios fiscais por ter funções de voz e ser classificado oficialmente como um celular.

Para aproveitar a redução dos impostos sobre tablets, a Samsung lançará dois modelos no país com telas de 8 e 10 polegadas.

"Já estamos com projetos tramitando para arrogar os incentivos aos aparelhos... Quando aprovados, no dia seguinte passaremos a fabricá-los em Campinas (SP)", afirmou à Reuters o vice-presidente de Novos Negócios da Samsung no Brasil, Benjamin Sicsu.

O enquadramento dos tablets na chamada "Lei do Bem" permite que o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) baixe nesses produtos de 15 para 3 por cento. Além disso, a alíquota do PIS/Cofins cai de 9,25 por cento para zero. A expectativa do governo é que os preços dos tablets ao consumidor caíam em cerca de 30 por cento.   Continuação...

 
Jogador usa o tablet Xoom, da Motorola, em evento do Google na Califórnia, Estados Unidos, em 10 de maio de 2011. A Motorola e outras fabricantes como Samsung, Positivo e ZTE estão revisando suas estratégias de negócios para tablets e aumentando as apostas no Brasil. 10/05/2011 REUTERS/Beck Diefenbach