Ações da Sony reagem após previsões; outros sites são invadidos

terça-feira, 24 de maio de 2011 10:45 BRT
 

Por Mayumi Negishi

TÓQUIO (Reuters) - As ações da Sony se recuperaram após atingir as maiores desvalorizações em dois meses, depois que a companhia informou que seu lucro operacional este ano ficaria em linha com o do ano passado, aliviando preocupações quanto ao impacto do terremoto em março.

Em sua primeira projeção para o ano fiscal que se encerra em março de 2012, a Sony anunciou que seu lucro operacional seria de cerca de 200 bilhões de ienes (2,44 bilhões de dólares), o que levou a Macquarie a alterar sua recomendação para as ações da empresa, de neutra para positiva. Morgan Stanley, Credit Suisse e UBS também reiteraram suas recomendações positivas quanto às ações da empresa.

A Sony também informou nesta terça-feira que sites da empresa em três países haviam sofrido ataques de hackers e que informações pessoais de 8.500 pessoas haviam sido obtidas no site da Sony Music Entertainment na Grécia, na mais recente de uma série de violações de segurança.

A empresa informou que as operações dos três sites estão suspensas, e que eles não possuíam registros sobre cartões de crédito.

As ações da Sony fecharam a terça-feira em alta de 2,7 por cento, superando a valorização de 0,4 por cento do índice do setor na bolsa de Tóquio. Os papéis da companhia chegaram a cair cerca de 1 por cento na abertura do pregão, para a mais baixa cotação desde os primeiros dias após o terremoto.

Analistas afirmaram que a empresa ofereceu ao mercado uma visão realista sobre o impacto do terremoto e da invasão à PlayStation Network, dois fatores que estavam afetando suas ações.

A Sony antecipou que o terremoto e o ataque de hackers devem reduzir seu lucro operacional em 164 bilhões de ienes no atual ano fiscal.