Google diz que Gmail pode ter sido hackeado por chineses

quarta-feira, 1 de junho de 2011 19:09 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O Google revelou na quarta-feira que hackers desconhecidos, aparentemente vindos da região central da China, tentaram invadir contas de centenas de usuários do seu sistema de e-mails, o Gmail, incluindo de autoridades importantes do governo norte-americano, ativistas chineses e jornalistas.

A empresa afirmou em seu blog oficial que os hackers, que aparentemente vêm de Jinan, na China, tentaram recentemente invadir e monitorar contas de e-mails ao roubar suas senhas, mas o Google detectou e "interrompeu" o ataque.

A companhia notificou as vítimas e governos relevantes, acrescentou o Google no blog. A ação do Google encerrou o pregão em queda de 0,65 por cento.

"Recentemente descobrimos um ataque para coletar senhas de usuários, provavelmente por meio de phishing (tipo de fraude caracterizada pela tentativa do hacker de se fazer passar por outra pessoa ou representante de uma empresa para coletar informações)", disse a empresa.

Os ataques são as últimas invasões pela Internet direcionadas contra empresas do Ocidente e acontecem um ano depois de o Google e várias outras empresas serem alvos de hackers chineses.

O incidente anterior provocou um debate sobre a censura e o rígido controle da Internet no país. O Google, por fim, removeu suas operações da China, apesar da grande oportunidade de mercado que ela representa.

(Reportagem de Alexei Oreskovic e Edwin Chan)