Pesos pesados dos videogames buscam recomeço na E3

sexta-feira, 3 de junho de 2011 11:18 BRT
 

Por Liana B. Baker

NOVA YORK (Reuters) - Voltas por cima serão a trama dominante da Electronic Entertainment Expo (E3), a feira anual na qual o setor de videogames exibe variedade espantosa de novos jogos, consoles e aparelhos variados, e que começa na semana que vem.

Cerca de 45 mil jornalistas, profissionais do setor e analistas estarão em Los Angeles para a conferência E3, que ocupará um espaço equivalente a oito campos de futebol.

A conferência deste ano, que se estenderá de 7 a 9 de junho, começa em um momento no qual o setor está tentando se adequar ao rápido crescimento dos jogos online e para celulares, e no qual dois de seus baluartes se veem em situação insegura.

A Nintendo, que vinha liderando as vendas de hardware, luta para conquistar usuários junto à Microsoft e Sony, e teve resultados decepcionantes com o lançamento de seu portátil 3DS. Em um esforço para retomar a liderança, ela exibirá um novo console de videogame.

A Sony, enquanto isso, tentará apagar a mancha causada por uma violação de dados que expôs informações pessoais de mais de 100 milhões de usuários de sua rede online de videogames.

Ambas as companhias japonesas realizarão entrevistas coletivas antes da abertura oficial da E3, na terça-feira.

A Nintendo até o momento divulgou poucos detalhes sobre o novo aparelho, mas ele deve oferecer recursos gráficos de alta definição, um controlador especial, sensores de movimentos e tecnologia que permitirá que execute jogos antigos da companhia.

A introdução de um novo console para a casa, o primeiro em cinco anos, pode reanimar o setor mundial de videogames, que vem enfrentando dificuldades apesar de movimentar 65 bilhões de dólares ao ano, disseram executivos do setor.   Continuação...