Servidores da Nintendo nos EUA sofrem invasão, diz empresa

segunda-feira, 6 de junho de 2011 11:06 BRT
 

LOS ANGELES, Estados Unidos (Reuters) - Servidores da Nintendo nos Estados Unidos foram invadidos várias semanas atrás, mas nenhuma informação de cliente dos videogames da empresa foi furtada, afirmou a companhia.

A Nintendo é a mais recente empresa a ser alvo de invasão de hackers. Em abril, uma invasão a servidores da Sony expôs dados pessoais de mais de 100 milhões de usuários da PlayStation Network. Nenhum grupo assumiu autoria pela invasão.

A invasão aos computadores da Nintendo não afetou informações de consumidores, informou a empresa.

"O servidor não continha informação de consumidores. A proteção das informações de nossos clientes é nossa maior prioridade", afirmou a Nintendo of America. "Constantemente monitoramos nossa segurança", disse a empresa.

No domingo, o grupo hacker Lulzsec informou, via mensagem no Twitter, que atacou a Nintendo. O grupo é o mesmo que invadiu servidores de sites da Sony Pictures Entertainment na semana passada e que reclamou ataques contra o canal de televisão norte-americano PBS e contra a Fox.com.

O Lulzsec afirmou que acessou um arquivo, mas que "não queríamos mal nenhum. A Nintendo já consertou (a brecha de segurança)".

A Nintendo deve divulgar um novo console de videogames para suceder o Wii na terça-feira. A máquina será o primeiro console doméstico a chegar ao mercado em cinco anos.