Acer reduz em quase 60% meta de entregas de tablets este ano

quarta-feira, 15 de junho de 2011 09:30 BRT
 

TAIPÉ (Reuters) - A Acer reduziu sua meta de embarques de tablets para este ano em quase 60 por cento, além de estimar queda nas entregas de notebooks, em meio à tentativa da segunda maior fabricante mundial de computadores de eliminar estoques.

A companhia, que não atingiu suas previsões nos últimos três trimestres e perdeu o presidente-executivo Gianfranco Lanci em março, afirmou, contudo, esperar que os embarques totais aumentem a partir do terceiro trimestre.

"O terceiro trimestre será consideravelmente mais estável. Será similar ao segundo ou melhor", disse o presidente do conselho de administração da Acer, J.T. Wang, em reunião com acionistas nesta quarta-feira. "O quarto trimestre será ainda melhor", acrescentou.

Wang disse que a nova meta para entregas de tablets este ano está em entre 2,5 milhões e 3 milhões de unidades, bem abaixo das 5 milhões a 7 milhões previstas no início do ano. A Acer espera vender 800 mil tablets no segundo trimestre, mesmo volume estimado para o período seguinte.

Em termos de embarques totais, o executivo disse que, no segundo trimestre, devem cair menos de 10 por cento sobre o período anterior, superando as previsões da companhia.

Em abril, a empresa havia reduzido sua projeção de embarques no segundo trimestre para uma queda de 10 por cento ante os três primeiros meses do ano, citando uma recente reorganização, ajuste de estoques e desaceleração sazonal na indústria de computadores.

No mês passado, a Acer apresentou uma queda de 29,2 por cento nas vendas totais.

As ações da companhia acumulam queda de 30 por cento desde 25 de março, quando a empresa cortou pela primeira vez a previsão de faturamento de vendas de PCs, anúncio que foi seguido pelas mudanças repentinas na administração da empresa.

(Por Clare Jim)