Demanda por vídeo movimenta tráfego de aparelhos móveis

segunda-feira, 20 de junho de 2011 15:36 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Até 60 por cento do tráfego de aparelhos móveis é gerado pelo consumo de vídeos, liderado pela demanda de usuários do iPhone, da Apple, segundo uma companhia especializada em gerenciamento de tráfego.

A Bytemobile, que ajuda operadoras a gerenciar tráfego, afirmou que também é provável que a demanda geral de dados aumente, já que, atualmente, 90 por cento do tráfego total de dados é gerado por apenas 10 por cento dos consumidores de dados em aparelhos móveis.

A empresa disse que os vídeos carregados no iPhone geram 58 por cento do tráfego de dados do aparelho. Já o consumo de vídeos em equipamentos rodando o sistema operacional do Google, o Android, contribui com 52 por cento do tráfego, conforme smartphones passaram a reproduzir os padrões de uso de laptops.

As operadoras móveis foram pegas de surpresa nos últimos anos pela intensa demanda por serviços de dados, conforme consumidores optam por acessar a Internet enquanto estão em movimento.

Alguns analistas e investidores também questionaram se as operadoras podem verdadeiramente tirar lucros da mudança, pois precisam investir em suas redes para atender à demanda.

"O crescimento continuado agressivo no setor de dados para aparelhos móveis --impulsionado pelo uso de vídeos e aplicativos em redes mais rápidas e poderosas, em aparelhos com interface amigável-- criou um grande desafio de gerenciamento de tráfego para as operadoras", disse Ronny Haraldsvik, vice-presidente de marketing global da Bytemobile.

(Reportagem de Kate Holton)