Microsoft e CDI lançam programa para incentivar lan house

terça-feira, 21 de junho de 2011 16:12 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - A Microsoft Brasil e a CDI Lan, divisão da organização não-governamental Comitê para Democratização da Informática (CDI), lançaram nesta terça-feira um programa para oferecer treinamento e crédito para aquisição de softwares por lan houses brasileiras.

A iniciativa é a primeira do gênero da gigante de software norte-americana na América Latina e será reproduzida no Brasil após experiências anteriores em países como Turquia, Egito, Coréia, Indonésia e Tailândia.

O Programa Microsoft Clube Digital vai facilitar o acesso ao Windows 7 e ao Office Professional às afiliadas do CDI Lan, que são 6 mil atualmente, por meio de microcrédito, em parceria com o Itaú Unibanco.

Segundo a Microsoft e a CDI Lan, o programa deixará a licença do Office 96 por cento mais barata frente ao preço no varejo, que é atualmente de cerca de 900 reais. Para as lan houses, cada licença do pacote de aplicativos custará 38 reais por computador, valor que pode ser financiado em 10 vezes.

"Temos no Brasil 32 milhões de usuários de computador em 100 mil lan houses. Mas não necessariamente eles têm a melhor experiência de uso. Muito frequentemente usam software desatualizado", afirmou o diretor geral da área de Consumo&Online da Microsoft Brasil, Osvaldo Barbosa de Oliveira.

A iniciativa também vai promover a formalização do segmento, segundo o CDI Lan. "Noventa por cento das lan houses são informais, e faz parte da missão (da CDI Lan) que elas se formalizem e virem empreendedoras e microempresas", disse o presidente do conselho de Administração do CDI Lan, Rodrigo Baggio.

Segundo ele, o microcrédito também atenderá lan houses sem registro de pessoa jurídica (CNPJ). "Não tem problema elas serem pessoas físicas, é um estágio inicial e o microcrédito prevê isso", disse Baggio.

A filiação ao CDI Lan exige a assinatura de um código de conduta, no qual o dono do estabelecimento se compromete com o processo de formalização. As empresas esperam que o número de afiliadas se expanda com o programa.   Continuação...