Homens são melhores em contatos na internet, diz estudo

sexta-feira, 24 de junho de 2011 19:12 BRT
 

Por Paula Rogo

NOVA YORK, 24 de junho (Reuters Life) - Em se tratando de fazer contatos em redes profissionais, os homens se dão melhor que as mulheres, segundo novos dados.

O site de contatos profissionais LinkedIn, que analisou informações de usuários em 13 países, descobriu que os homens são vencedores incontestáveis na tarefa de fazer contatos.

"Os homens avaliam a existência de uma oportunidade de forma mais ampla e rápida", disse Nicole Williams, diretora de conexões na empresa. "Eles agem mais rápido".

A companhia definiu a habilidade em fazer contatos de duas formas: o número de conexões de homens comparado ao de mulheres e o número de homens no site frente ao de mulheres.

Eles descobriram que as mulheres, vistas frequentemente como comunicadoras melhores, são menos propensas a ampliar suas redes por temerem rejeições.

"Construir uma rede de contatos é visto como uma atividade inerentemente arriscada", explicou Nicole. "Levamos a rejeição mais para o lado pessoal ao pedir um aumento de salário, uma promoção ou uma conexão em redes sociais.

Mulheres são melhores em construir contatos mais profundos, enquanto os homens miram em redes maiores. Nicole disse que construir redes de contatos gera oportunidades de trabalho por meio de pessoas conhecida.

"Fazer contatos em uma economia como essa é estratégico para encontrar oportunidades", disse. "Uma recomendação de qualidade é essencial no mercado de trabalho. Você precisa buscar ativamente pessoas com as quais se conectar", disse.

O estudo também mostrou que o sexo minoritário em determinado setor é frequentemente mais agressivo e melhor sucedido na tarefa de fazer contatos. Nos mercados de construção de navios do Brasil e do Canadá, que são assumidamente dominados por homens, por exemplo, as mulheres fazem mais contatos.