ZTE começará a produzir tablet próprio no Brasil em agosto

segunda-feira, 27 de junho de 2011 13:18 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A fabricante chinesa de equipamentos para telecomunicações ZTE planeja começar a produzir um computador tablet no Brasil em agosto.

A produção local de tablets faz parte de um projeto de investimentos de 250 milhões de dólares da companhia no país, e que inclui uma fábrica que está sendo construída no interior de São Paulo, afirmaram executivos da companhia nesta segunda-feira.

Após reunião com a presidente Dilma Rousseff pela manhã, o presidente da ZTE Corporation, Hou Weigui, afirmou que a empresa vai começar a produzir os tablets com sua marca junto a parceiros locais, enquanto sua fábrica é erguida em Hortolândia (SP).

"A gente fez parcerias com algumas empresas brasileiras (...) para a produção local de tablets", disse.

"O Brasil é um dos países com mais rápido crescimento no mundo", afirmou Weigui por meio de tradutor, citando como fatores para o investimento a estabilidade política do país e a realização de grandes eventos esportivos, como as Olimpíadas de 2016. "Temos boas expectativas para o futuro (do país)."

A produção da ZTE vai ocorrer em meio a uma série de anúncios de concorrentes envolvendo a produção de tablets, que incluem Positivo Informática, Motorola e Samsung, após o governo ter desonerado esses dispositivos para incentivar a produção local e permitir uma queda de preços dos equipamentos.

Integrantes do governo também anunciaram que a taiuanesa Foxconn vai montar este ano produtos da Apple no país, incluindo o tablet iPad.

Em maio, o presidente da ZTE do Brasil, Eliandro Ávila, afirmou à Reuters que a companhia tinha como objetivo vender 150 mil tablets no país em um ano.

De acordo com a empresa de pesquisa IDC, as vendas de tablets no Brasil devem chegar a 300 mil unidades em 2011, com a maior movimentação ocorrendo nos seis últimos meses do ano. Nessa época, mais produtos do exterior terão chegado ao mercado brasileiro e as fabricantes nacionais já terão se posicionado com seus próprios produtos.

(Por Peter Murphy)