Brasil precisa criminalizar ação de hackers, diz ministro

quarta-feira, 29 de junho de 2011 15:45 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Dias após cerca de 200 sites de órgãos públicos brasileiros terem sido invadidos, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta quarta-feira que o Brasil precisa tipificar o crime de hackers para coibir este tipo de ataque.

"O Brasil precisa ter uma tipificação criminal que permita à Polícia Federal e ao Poder Judiciário coibir esse tipo de crime", disse Cardozo a jornalistas após reunião com o presidente da República em exercício, Michel Temer.

Segundo o ministro, já há projetos no Congresso Nacional que tipificam a ação de hackers como crime, mas a discussão precisa ser aprofundada.

"Não é um problema fácil de ser atacado", disse. "Precisamos melhorar essa legislação, precisamos aprofundar essa discussão com o Congresso Nacional para que possamos estar aparelhados para enfrentarmos esse problema."

As investidas de hackers contra sites públicos brasileiros chegaram a tirar do ar, na quinta-feira passada, o portal da Presidência da República. Entre os sites que também foram alvo estão o da Receita Federal e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), nenhum dado sigiloso foi roubado dos portais invadidos.

Cardozo disse que o Ministério da Justiça e outros órgãos técnicos investigam os ataques.

(Por Hugo Bachega)