Grupo de Apple e RIM paga US$4,5 bi por patentes da Nortel

sexta-feira, 1 de julho de 2011 11:37 BRT
 

Por Alastair Sharp e Renju Jose

TORONTO/BANGALORE, 1o de julho (Reuters) - A Apple e a Research In Motion são parte do consórcio de seis companhias que pagaram 4,5 bilhões de dólares por patentes remanescentes da falida Nortel Networks, em um leilão muito disputado no qual o Google e a Intel saíram derrotados.

Microsoft, EMC, Ericsson e Sony também fazem parte do grupo, anunciou a Nortel.

A venda inclui mais de 6 mil patentes e solicitações de patentes envolvendo telefonia sem fio, telefonia sem fio 4G, redes de dados, sistemas ópticos, comunicação por voz, Internet, semicondutores e outros campos. As patentes mais valiosas se relacionam à tecnologia de telefonia móvel de banda larga usada em padrões 4G emergentes como o LTE.

O leilão atraiu interesse de grandes empresas de tecnologia, entre as quais o Google, que abriu com um lance de 900 milhões de dólares, em abril. Apple e Intel também participaram.

O trio é relativamente novato no litigioso mercado da telefonia móvel, que registra forte demanda por celulares inteligentes e tablets.

"A dimensão e o valor monetário da transação não têm precedentes, e o mesmo se aplica ao significativo interesse de grandes empresas de todo o mundo por essas patentes", disse George Riedel, vice-presidente de estratégia e das unidades de negócios da Nortel.

A parcela da RIM no valor de compra é de cerca de 770 milhões de dólares, e a da Ericsson é de 340 milhões de dólares, anunciaram as empresas separadamente. As outras empresas não revelaram imediatamente quanto iriam pagar.

A venda está sujeita à aprovação pela Justiça canadense e dos Estados Unidos, que devem realizar uma audiência conjunta sobre o assunto em 11 de julho, segundo a Nortel.

As patentes são os últimos ativos importantes da Nortel Networks, que chegou a ser uma gigante da tecnologia, mas implodiu com o estouro da bolha das telecomunicações, e pediu concordata em janeiro de 2009.