Twitter prepara anúncios automáticos para grandes clientes

quinta-feira, 14 de julho de 2011 10:47 BRT
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O Twitter está cortejando grandes anunciantes e em breve permitirá que adaptem, automatizem e veiculem anúncios em massa diretamente no serviço de microblogs, de acordo com duas fontes próximas do assunto.

A empresa em breve oferecerá uma interface de programação de aplicativos (API) que ajudará agências de publicidade e empresas a produzir grande volume de anúncios no Twitter. O acesso à API, que o Twitter planeja começar a utilizar no quarto trimestre, será oferecido inicialmente em base de teste, envolvendo número limitado de parceiros, disseram as fontes.

A decisão pode estimular os negócios incipientes de publicidade do Twitter ao abrir as portas a grandes agências de marketing online que dependem de ferramentas especializadas de software para produzirem anúncios em constante mudança veiculados em sites populares como o Google e o Facebook.

"Isso criará mais oportunidade para que os anunciantes participem do mercado. No momento, é preciso contatar um vendedor" antes de publicar um anúncio no Twitter, disse uma das fontes, que pediu que seu nome não fosse mencionado porque os detalhes do novo serviço são confidenciais.

A decisão também pode acarretar para o Twitter o risco de uma reação adversa dos usuários, caso resulte em um volume grande anúncios, especialmente se as promoções se referirem a produtos e serviços menos procurados, tais como serviços de branqueamento de dentes e produtos para perda de peso. Até o momento, o Twitter vem adotando uma abordagem de avanço lento na frente publicitária, por medo de irritar os usuários com promoções intrusivas.

A empresa criada há cinco anos está tomando medidas para acelerar seu faturamento em um período no qual seu valor de mercado está em alta e cresce a expectativa de que possa seguir os passos do LinkedIn e Groupon, com uma oferta pública inicial de suas ações.

De acordo com recente reportagem do New York Times, o Twitter quer levantar 400 milhões de dólares em capital, com base em uma avaliação de 8 bilhões de dólares para seu valor de mercado.