Groupon já conta com participação de 14 bancos em seu IPO

sexta-feira, 15 de julho de 2011 12:58 BRT
 

Por Alistair Barr

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Groupon, o maior site de descontos online, acrescentou 11 novas instituições ao grupo de subscritores de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Isso significa que agora 14 bancos estão organizando a operação. Em 2004, quando o Google abriu seu capital, 10 bancos subscreveram a oferta, de acordo com a documentação do processo.

O Groupon também acrescentou novas informações quanto a risco à documentação oficial da oferta pública, instruindo potenciais investidores a ignorar comentários recentes do co-fundador Eric Lefkosky quanto à futura lucratividade da empresa.

JPMorgan, Allen & Co, Bank of America Merrill Lynch, Barclays Capital, Citigroup, Deutsche Bank Securities, William Blair & Co, Citadel Securities, Loop Capital Markets, RBC Capital Markets e Williams Capital Group foram acrescentados à lista de subscritores, de acordo com documentação apresentada às autoridades financeiras na quinta-feira.

Morgan Stanley, Goldman Sachs e Credit Suisse foram apontados como organizadores da oferta na documentação original sobre a abertura de capital do Groupon, em 2 de junho.

A companhia espera levantar 750 milhões de dólares com seu IPO, aproveitando o interesse de investidores no florescente segmento de sites de compras coletivas com descontos.

Poucos dias depois que o prospecto original da oferta de ações foi apresentado, a agência de notícias Bloomberg citou Lefkosky como tendo declarado que "o Groupon será imensamente lucrativo".

"A declaração citada não reflete de maneira precisa ou completa as opiniões de Lefkosky e não deve ser considerada isoladamente, ou de todo, pelos investidores", afirmou o Groupon no prospecto atualizado.

"Baseiem-se apenas nas informações fornecidas por este prospecto para determinar se comprarão nossas ações", acrescentou.

(Por Alistair Barr)