Aparelhos móveis liderarão crescimento dos eletrônicos--estudo

segunda-feira, 18 de julho de 2011 12:10 BRT
 

NOVA YORK, 18 de julho (Reuters) - Este ano, mais consumidores comprarão computadores tablets e celulares inteligentes do que em qualquer outro período, e isso conduzirá o faturamento do setor de bens eletrônicos de consumo ao recorde de 190 bilhões de dólares em 2011, de acordo com uma nova projeção de uma importante associação setorial.

As vendas de tablets como o Apple iPad e seus concorrentes atingirão os 26,5 milhões de unidades, o que resultará em faturamento de 14 bilhões de dólares, afirmou a Consumer Electronics Association em relatório divulgado na segunda-feira.

As vendas de celulares inteligentes devem crescer em 45 por cento, para 23 bilhões de dólares, segundo o estudo.

"Um ano atrás, os tablets eram um mercado novo e não comprovado, e agora eles e outros aparelhos móveis, como os celulares inteligentes e leitores eletrônicos, estão liderando todo o setor em termos de crescimento", afirmou Steve Koenig, diretor de análise setorial da associação, em comunicado.

O setor de bens eletrônicos de consumo se expandirá em 5,6 por cento este ano, o que supera os 2,4 por cento de crescimento previstos para o PIB dos Estados Unidos. O faturamento total dos fabricantes de bens eletrônicos de consumos também deve subir no ano que vem, para o recorde de 197 bilhões de dólares.

O volume de vendas de leitores eletrônicos como o Amazon Kindle dobrará, atingindo 1,8 bilhão de dólares.

Esses produtos móveis estão estimulando o crescimento de receita do setor, enquanto outros tipos de bens eletrônicos de consumo, a exemplo dos televisores de telas planas, mostram queda, afirmou Koenig.

O estudo constatou que 88 por cento dos domicílios dos EUA já têm ao menos um televisor digital. Devido a esse alto percentual de penetração, as vendas de televisores devem cair este ano, mas o faturamento do segmento superará os 18 bilhões de dólares.

Televisores conectados à Internet serão um segmento de crescimento, com embarques de mais de 10,4 milhões de unidades para as lojas este ano. Apesar da adoção lenta dos modelos 3D, 3,6 milhões de modelos desse tipo devem ser vendidos em 2011, ante 1,9 milhão em 2010.

A Apple divulgará seus resultados trimestrais na terça-feira, e as vendas do novo iPad 2, devem chamar atenção dos investidores. Wall Street estima que a Apple tenha vendido 8 milhões de unidades do novo iPad no período.