RIM vai cortar 11% da força de trabalho; ações caem

segunda-feira, 25 de julho de 2011 10:52 BRT
 

TORONTO (Reuters) - A Research in Motion (RIM) anunciou nesta segunda-feira que planeja cortar cerca de 2 mil empregos, ou 11 por cento de sua força de trabalho.

A fabricante do BlackBerry informou que vai explicar o impacto dos cortes quando divulgar o balanço de segundo trimestre fiscal, em 15 de setembro.

A companhia também divulgou uma série de mudanças no alto escalão. O vice-presidente de operações, Don Morrison, vai se aposentar.

A ação da empresa, que já está perto do menor nível em vários anos, exibia queda de mais de 2 por cento nos Estados Unidos.

A RIM, que enfrenta competição da Apple e do Google no mercado de celulares inteligentes, informou que os cortes "são uma medida prudente e necessária" para o sucesso de longo prazo de seus negócios.

A redução de pessoal diminui a força de trabalho da RIM para cerca de 17 mil funcionários.

(Por S. John Tilak, em Toronto; e Aftab Ahmed, em Bangalore)