Lucro da LG Electronics cresce por menor prejuízo com celulares

quarta-feira, 27 de julho de 2011 11:41 BRT
 

Por Miyoung Kim

SEUL, 27 de julho (Reuters) - O lucro trimestral da LG Electronics subiu 25 por cento, depois que a empresa reduziu em mais de 50 por cento as perdas de sua problemática divisão de celulares e que a unidade de televisores saiu do vermelho.

A companhia, segunda maior fabricante mundial de televisores, atrás da Samsung Electronics, pode enfrentar dificuldades para manter essa melhora nos resultados em meio à demanda persistentemente fraca por televisores e ao aumento nos custos de produção de refrigeradores e máquinas de lavar, segundo analistas.

A divisão de celulares da LG vem registrando prejuízos nos cinco últimos trimestres, penalizada pela ausência de modelos de smartphones fortes o suficiente para concorrer com a Apple e a Samsung.

A empresa também se uniu a Philips, Whirlpool e Electrolux no anúncio de resultados pouco animadores para eletrodomésticos e no alerta de que o segundo semestre continuará fraco.

"O resultado supera as expectativas do mercado, que haviam sido rebaixadas, e a margem de lucro da divisão de celulares melhorou no segundo trimestre," disse Han Eun-mee, analista da HI Investment & Securities.

"Mas, para uma recuperação de base ampla, existem diversas coisas que a LG precisa resolver. Sua divisão de eletrodomésticos enfrenta uma guerra de preços e baixa demanda... E ela precisa oferecer modelos de celulares novos e convincentes", acrescentou.

David Jung, vice-presidente financeiro da LG, espera que o lucro do terceiro trimestre caia em relação ao período anterior, com queda nos embarques de celulares e condicionadores de ar, ainda que as vendas de televisores devam crescer.

A LG, terceira maior fabricante mundial de celulares, teve lucro operacional de 158 bilhões de wons (150 milhões de dólares) no segundo trimestre, ante previsão do mercado de 200 bilhões de wons, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.