Jovem britânico suspeito de ataques hacker deixa prisão

segunda-feira, 1 de agosto de 2011 16:46 BRT
 

Por Georgina Prodhan

LONDRES (Reuters) - Um jovem britânico acusado de realizar ataques hacker e suspeito de liderar os grupos ativistas online Anonymous e LulzSec foi solto após pagamento de fiança nesta segunda-feira, sob a condição de que não use a Internet.

Jake Davis, de 19 anos, que usa o apelido de "Topiary" na Internet, foi acusado de organizar ataques online contra a Sony, instituições de combate ao crime e da área da saúde britânicas e ao site da divisão britânica de jornais de Rupert Murdoch, a News International.

Membros do Anonymous e do LulzSec foram detidos nos Estados Unidos, Espanha, Turquia, Grã-Bretanha e Holanda nas últimas semanas em resposta a ataques contra alvos que, segundo os ativistas, seriam hostis à liberdade de expressão na Internet.

A prisão de "Topiary" nas Ilhas Shetland, na Escócia, pode ter sido a mais significativa até o momento em meio ao esforço global para combater a onda de crimes online cometidos por tais grupos.

Davis, um jovem magro e de cabelos escuros que apenas se manifestu para confirmar seu nome e a data de nascimento na audiência realizada em Londres -- e que também segurou um sorriso quando um promotor teve dificuldades para pronunciar "LulzSec" -- foi solto após o pagamento de fiança, mas sob condições rígidas.

Ele não terá permissão de usar a Internet e viverá sob um toque de recolher com sua mãe e irmão, que se mudaram há pouco tempo para Lincolnshire, no leste da Inglaterra, e ainda não possuem uma conexão banda larga.