Facebook diz ter evidência de fraude em processo contra empresa

sexta-feira, 5 de agosto de 2011 17:22 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Facebook afirmou ter descoberto evidências "indiscutíveis" de que um contrato, usado como argumento para um processo contra a companhia e seu fundador, Mark Zuckerberg, é fraudulento, segundo um documento da companhia entregue a um tribunal.

O morador do Estado de Nova York Paul Ceglia processou o Facebook em julho de 2010, alegando que um contrato firmado por ele com Zuckerberg em 2003 dava a ele direito à metade da companhia.

O Facebook, maior rede social do mundo, com 500 milhões de usuários, afirmou que o contrato de Ceglia foi forjado e o caracteriza como "um artista de fraudes inveterado".

Em um documento entregue a um tribunal na quinta-feira, advogados do Facebook afirmaram ter descoberto documentos nos computadores de Ceglia que invalidam suas acusações. O Facebook não divulgou os documentos, mas pediu permissão a um juiz norte-americano para torná-los públicos.

"(Ceglia) não quer que o público saiba o que foi descoberto em seus computadores", escreveram advogados do Facebook, "pois eles incluem documentos indiscutíveis que estabelecem conclusivamente que ele fabricou o contrato apresentado e que todo esse processo é uma fraude e uma mentira".

Um advogado de Ceglia não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

(Reportagem de Dan Levine)