Produto de Intel e McAfee aproveita recursos de chips antigos

sexta-feira, 5 de agosto de 2011 18:02 BRT
 

Por Noel Randewich

SAN FRANCISCO (Reuters) - O primeiro produto de cibersegurança da Intel desenvolvido com sua unidade McAfee irá aproveitar recursos já inseridos em seus processadores e, provavelmente, estará disponível como um serviço extra para clientes.

Renee James, diretora da divisão de softwares da Intel, não quis discutir os preços do serviço, cujo lançamento é esperado para antes do fim do ano, mas afirmou que ele irá operar em PCs que usam chips da Intel vendidos há até cinco anos.

"Ele irá permitir que você se inscreva para receber um produto embutido disponível em todas essas máquinas", disse Renee em entrevista à Reuters nesta sexta-feira.

"Você já terá uma ótima segurança por um software da McAfee e, se você tem um laptop com processador da Intel, ele será ainda mais seguro", disse.

A Intel comprou a McAfee neste ano em um acordo de 7,7 bilhões de dólares para ajudar a maior fabricante de chips do mundo a oferecer mais segurança contra hackers aos clientes que utilizam seus chips.

O próximo produto da Intel a ser lançado com a McAfee não incluirá ajustes diretamente nos processadores ou medidas de segurança incluídas nos chips, como supunham alguns especialistas.

"Vamos aproveitar recursos já existentes em silício para fazer novos softwares mais robustos", disse James. "Não vamos embutir softwares no silício e quero ser clara a respeito disso", disse James.

Ela acrescentou que os recursos dos chips estão abertos para outras companhias de softwares, incluindo a Symantec, rival da McAfee.

(Reportagem de Noel Randewich)