Venda de publicidade impulsiona receita da AOL no trimestre

terça-feira, 9 de agosto de 2011 10:19 BRT
 

(Reuters) - A receita da AOL no segundo trimestre do ano superou as estimativas do mercado, fechando em 542,2 milhões de dólares, impulsionada por vendas de publicidade, enquanto a companhia trabalha para reduzir a dependência da divisão de acesso discado à Internet.

A estimativa dos analistas consultados pela Thomson Reuters I/B/E/S era de que a empresa tivesse uma receita de 530,4 milhões de dólares.

A receita no trimestre foi 8 por cento menor que a registrada no mesmo período do ano passado, afetada principalmente pela queda de 23 por cento nas vendas de assinaturas. Já as vendas com publicidade subiram 5 por cento para 319 milhões.

Mas a empresa encerrou o segundo trimestre com prejuízo de 11,8 milhões de dólares, ou 0,11 dólar por ação, ante perdas de 1,06 bilhão, ou 9,89 dólares por ação no mesmo período de 2010.

A AOL, que se separou da Time Warner depois de uma desastrosa fusão que durou uma década, está tentando retomar o prestígio como um dos mais populares destinos de Internet do mundo.

O presidente-executivo da companhia, Tim Armstrong, está tentando remodelar a companhia em um centro de entretenimento que traga receitas com publicidade.