China diz que Google não pediu aprovação para união com Motorola

quarta-feira, 24 de agosto de 2011 14:55 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O Ministério do Comércio da China afirmou não ter recebido pedido de aprovação regulatória do Google quanto aos planos para adquirir a Motorola Mobility por 12,5 bilhões de dólares.

De acordo com as leis chinesas, empresas que possuem negócios naquele país e têm receita anual de 10 bilhões de iuans (1,55 bilhão de dólares) globalmente e de 400 milhões de iuans na China devem ter aprovação governamental para realizar uma aquisição.

"O ministério ainda não recebeu nenhum pedido de análise antitruste", disse Shen Danyang, porta-voz do Ministério do Comércio da China, sobre o acordo.

O Google reiterou nesta quarta-feira que o acordo está sujeito a aprovação regulatória nos Estados Unidos, na União Europeia e em outras regiões.

(Reportagem de Langi Chiang e Koh Gui Qing)