UE: compra da Motorola não afeta investigação sobre Google

quinta-feira, 1 de setembro de 2011 18:59 BRT
 

ALPBACH, Áustria (Reuters) - A compra da Motorola Mobility pelo Google não influenciará uma investigação sobre o maior mecanismo de buscas na Internet do mundo, disse o chefe do órgão antitruste da União Europeia (UE) nesta quinta-feira.

O Google, alvo de uma investigação da UE desde novembro último, anunciou o acordo com a Motorola, avaliado em 12,5 bilhões de dólares, em 15 de agosto.

O acordo deve ser notificado a órgãos reguladores nos dois lados do Atlântico.

"Não é simples (a investigação antitruste), é muito complexa", disse à Reuters Joaquin Almunia, comissário de concorrência da UE, em uma entrevista durante o Fórum Econômico de Alpbach.

Questionado se o negócio com a Motorola Mobility afetará a investigação antitruste, Almunia disse que "não... lidamos com fusões de uma maneira completamente separada".

"Trata-se da mesma empresa, mas são dois casos diferentes, dois procedimentos diferentes, duas análises diferentes, duas equipes diferentes analisando, sem ligação".