Demanda por tablets faz Gartner reduzir projeção para PCs no ano

quinta-feira, 8 de setembro de 2011 14:03 BRT
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE, 8 de setembro (Reuters) - O grupo de pesquisa Gartner reduziu sua projeção de crescimento para o mercado mundial de computadores pessoais de 9,3 para 3,8 por cento este ano, mencionado a desaceleração das economias da Europa ocidental e dos Estados Unidos e a forte demanda por tablets.

O sucesso do iPad, da Apple, prejudicou a demanda dos consumidores por computadores pessoais, e a recuperação há muito aguardada no ciclo de substituição de computadores por empresas e governos foi bloqueada pelas crises de dívida nos EUA e na Europa e suas consequências.

"Uma perspectiva econômica cada vez mais desfavorável está causando deterioração na confiança dos consumidores e empresários de ambas as regiões," afirmou Ranjit Atwal, diretor de pesquisa do Gartner, em comunicado nesta quinta-feira.

O Gartner estima que os gastos dos consumidores sejam reduzidos em resposta à desaceleração, enquanto os investimentos das empresas também devem diminuir, ainda que em grau menor.

"Os embarques de computadores ao mercado consumidor dos EUA ficaram abaixo do esperado no segundo trimestre e as indicações são de que as vendas no período de volta às aulas estão abaixo do esperado," afirmou Atwal.

A desaceleração e as mudanças do mercado prejudicaram os tradicionais líderes no segmento de computadores pessoais.

A Hewlett-Packard assustou o mercado norte-americano em agosto ao anunciar que poderia abandonar a fabricação de PCs, segmento em que ocupa a liderança mundial desde que adquiriu a Compaq, em 2002, por 25 bilhões de dólares. A medida integraria uma série de duras mudanças que afastarão a empresa do mercado voltado a pessoa física.

Outras medidas incluem o cancelamento do tablet TouchPad, decorrente da severa concorrência com a Apple.

"Os tablets mudaram a dinâmica do mercado de computadores e a decisão da HP de repensar sua estratégia no setor simplesmente demonstra a pressão que os fabricantes de computadores estão sofrendo para se adaptar ou abandonar o mercado," disse George Shiffler, diretor de pesquisa do Gartner.