Google refuta pedido de US$2,2 bi em disputa contra Oracle

quarta-feira, 21 de setembro de 2011 18:39 BRT
 

Por Jonathan Stempel

(Reuters) - O Google pediu que um juiz federal rejeite a recomendação de um perito para que a empresa pague mais de 2,2 bilhões de dólares à Oracle por infração de patentes da tecnologia Java utilizada no sistema operacional Android.

O juiz distrital William Alsup, em San Francisco, rejeitou em 22 de julho o pedido da Oracle por até 6,1 bilhões de dólares em danos, mas deu à empresa a oportunidade de rever a sua reivindicação. Um julgamento está marcado para o próximo mês.

A Oracle processou o Google em agosto de 2010, alegando que o sistema Android infringe patentes Java que a Oracle adquiriu ao comprar a Sun Microsystems sete meses antes. A Oracle também alegou violação de direitos autorais.

Em carta ao juiz na terça-feira, o advogado do Google Robert Van Nest disse que um novo relatório do especialista em danos Ian Cockburn recomendava o pagamento de danos e prejuízos de mais de 2 bilhões de dólares por violação de direitos autorais, e 201,8 milhões de dólares por violação de patentes.

Van Nest disse que o relatório de 12 de setembro é deficiente. Ele afirmou que ou Cockburn estava especulando ou não quis explicar como calculou os danos, e não conseguiu mostrar quanto em receita a Sun ou a Oracle poderiam ter ganho com uma parceria com o Google relativa ao Android.

O Google planeja pedir a Alsup para excluir parcelas dos resultados obtidos por Cockburn do caso.

A porta-voz da Oracle Deborah Hellinger se recusou a comentar o assunto. Cockburn e o Google não responderam imediatamente pedidos para comentar o tema nesta quarta-feira.