Fundo Tâmisa eleva fatia na Telebrás; ações sobem 10%

terça-feira, 27 de setembro de 2011 17:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Fundo Tâmisa ampliou sua participação na Telebrás e detém agora quase 9 por cento das ações preferenciais da estatal.

A notícia ajudava a impulsionar os papéis da empresa nesta terça-feira, que às 12h33, subiam 10,47 por cento, cotados a 11,82 reais.

A Telebrás foi reativada oficialmente no ano passado para ser o braço de operação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), que visa popularizar o acesso à Internet rápida no Brasil.

Desde o anúncio, a partir de 30 de junho, de que as principais empresas de telefonia do país estavam aderindo ao PNBL --como Telefônica, Oi, TIM e Claro -- as ações preferenciais da empresa já acumulam valorização de 78 por cento.

O Fundo Tâmisa, da gestora BCSul Verax Serviços Financeiros, do Banco Cruzeiro do Sul, informou nesta terça-feira, em comunicado na Comissão de Valores Mobiliários, que passou a deter 8,72 por cento das ações preferenciais da Telebrás, ou 1.831.900 papéis.

O fundo também informou que possui 6,58 por cento das ações ordinárias da empresa, ou 5.833.380 papéis.

Segundo o operador de renda variável Luiz Roberto Monteiro, da Renascença, o aumento da participação do fundo na empresa é a principal motivo para a alta do papel.

"O mercado interpreta que o fundo acredita em algo a médio e longo prazo na Telebrás", afirmou.

Em carta enviada à estatal, o Fundo ressaltou que a operação tem como objetivo apenas a realização de operações financeiras.

(Por Roberta Vilas Boas)