Justiça dos EUA pede mais dados sobre acordo Google-Motorola

quarta-feira, 28 de setembro de 2011 21:09 BRT
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO (Reuters) - Reguladores antitruste federais norte-americanos solicitaram mais informações sobre os planos do Google para aquisição da Motorola Mobility por 12,5 bilhões de dólares.

Em comunicado enviado à Securities and Exchange Commission (SEC, o órgão regulador do mercado norte-americano) nesta quarta-feira, a Motorola afirmou que recebeu um pedido de "informações adicionais e material documental" para a divisão antitruste do Departamento de Justiça (DOJ) dos Estados Unidos.

A Motorola afirmou ainda que o Google também recebeu um pedido semelhante e repetiu sua expectativa de que o acordo seria fechado até o fim de 2011 ou início de 2012.

Em uma mensagem publicada no blog oficial do Google nesta quarta-feira, o vice-presidente sênior da empresa, Dennis Woodside, contou que o "segundo pedido" do DOJ era "meramente rotineiro" e algo que o Google tem enfrentado nos últimos acordos, como a aquisição bem sucedida do software ITA.

"Sabemos que um exame minucioso é parte do processo e nós estamos conversando com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos ao longo das últimas semanas", destacou Woodside.

O Google, cujo software livre Android é o sistema operacional para smartphones com acesso à Internet, anunciou em agosto seus planos para adquirir a fabricante de telefones celulares Motorola.