Operadora japonesa KDDI faz recall de 2 milhões de celulares

sexta-feira, 30 de setembro de 2011 11:21 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A KDDI, segunda maior operadora de telefonia celular do Japão, anunciou nesta sexta-feira que trocará a bateria de íon lítio de 2 milhões de aparelhos após casos de superaquecimento, um deles com leve ferimento.

Os três modelos afetados pelo recall são produzidos pela NEC Casio Mobile Communications, enquanto as baterias são fabricadas pela Sony.

O primeiro caso de superaquecimento foi reportado em janeiro do ano passado, mas não houve nenhuma decisão sobre trocas porque o incidente aconteceu depois da bateria em questão ter sido danificada, disse a KDDI.

A companhia decidiu fazer o recall após outros sete incidentes. Em alguns casos, as baterias chegaram a soltar fumaça enquanto eram recarregadas. A Sony fornecerá as novas baterias, afirmou a operadora.

As ações da KDDI caíram 3,4 por cento nesta sexta-feira, e as da Sony, 0,5 por cento. O índice de referência Nikkei teve queda de 0,01 por cento.

A Sony já havia realizado recall de baterias de íon lítio por causa de superaquecimento. Em 2006, a empresa trocou 9,6 milhões de baterias de computadores.

(Por Isabel Reynolds)