Novo iPhone da Apple não empolga investidores e fãs

terça-feira, 4 de outubro de 2011 16:31 BRT
 

Por Poornima Gupta e Alexei Oreskovic

CUPERTINO, Califórnia (Reuters) - A Apple revelou um novo iPhone nesta terça-feira, mas pode ter deixado alguns fãs desejando mais que uma versão atualizada do modelo do smartphone lançado no ano passado.

O recém-nomeado presidente-executivo da Apple, Tim Cook, fez o primeiro lançamento de um importante produto com serenidade.

O executivo da Apple responsável pelas áreas operacional e de fornecimento, que não é conhecido por lançar produtos, ajudou na apresentação, colaborando para substituir o co-fundador Steve Jobs, que não apareceu no palco, apesar de algumas expectativas.

O novo iPhone é mais rápido e traz recursos de reconhecimento de voz, assim como uma câmera aprimorada, como era esperado, mas fez pouco para elevar o nível dos smartphones já presentes no mercado.

Investidores e fãs da Apple, que esperavam ser apanhados de surpresa por um novo produto, fizeram com que a ação da empresa recuasse.

"Foram 16 meses e tudo o que você tem é um processador A5 no iPhone 4 já existente", disse o analista Colin Gillis, da BGC Partners.

O novo iPhone foi lançado em meio a um cenário crítico, no qual aparelhos com Android, do Google, de fabricantes como Samsung e outros competidores se aproximam da liderança da Apple. Aparelhos com Android dominam o mercado norte-americano três anos após o Google ter lançado seu software.

A ação da Apple recuava cerca de 4 por cento perto das 16h30 (horário de Brasília), enquanto a do Google caía 1,5 por cento.