Problemas com BlackBerry atingem América do Norte

quarta-feira, 12 de outubro de 2011 16:08 BRT
 

Por Georgina Prodhan e Alastair Sharp

LONDRES/TORONTO (Reuters) - A interrupção que já dura três dias nos serviços do BlackBerry se alastrou para a América do Norte nesta quarta-feira, frustrando milhões de usuários do aparelho da Research In Motion e colocando mais pressão por mudanças na companhia.

A RIM alertou clientes sobre uma pane nas Américas --incluindo o Brasil-- e disse estar trabalhando para restaurar os serviços, enquanto usuários na Europa, Oriente Médio, África e Índia continuaram a sofrer com interrupções no recebimento de e-mail e sem acesso a navegação na Internet e mensagens instantâneas. Não houve relatos de problemas na Ásia.

A interrupção nos serviços, a pior desde um problema generalizado na América do Norte há dois anos, deve estimular pedidos para uma restruturação gerencial ou uma possível venda, ou separação de unidades, da companhia, a qual não tem conseguido manter o ritmo da Apple e de outras concorrentes em um mercado dinâmico.

"É um dedo na ferida. Acontece em um mau momento", disse Richard Windsor, especialista em tecnologia da Nomura.

Os problemas na rede da RIM, utilizada para comprimir e encriptar dados antes de enviá-los aos BlackBerrys através das operadoras de telefonia, pode danificar sua reputação de serviços confiáveis, e pode resultar em uma maior desvalorização de seus produtos.

A RIM, que havia afirmado na terça-feira que os seus serviços haviam voltado ao normal, disse mais tarde que os problemas, na verdade, haviam se espalhado para além de Europa, Oriente Médio, África e Índia e chegado ao Brasil, Chile e Argentina.

"Os atrasos nas mensagens e na navegação... foram resultado de uma falha na infraestrutura do núcleo de comutação da RIM", disse a companhia. "Como resultado, foi gerado um grande atraso nos dados e agora estamos atuando para... restaurar o serviço normal.

(Reportagem adicional de Devidutta Tripathy em Nova Deli e Matt Smith em Dubai)