Investidores começam a pedir dividendos à Apple

quarta-feira, 12 de outubro de 2011 18:31 BRT
 

Por Sam Forgione e Supantha Mukherjee

NOVA YORK (Reuters) - A Apple está começando a escutar um refrão comum vindo dos investidores: cadê o dinheiro?

Após a morte do seu cofundador Steve Jobs, na semana passada, os investidores continuam gostando do que veem na Apple: uma demanda recorde pelo seu novo iPhone 4S, que elevou o valor das ações da empresa a um nível quase recorde. E ela tem 75 bilhões de dólares em caixa.

Uma pesquisa da Thomson Reuters junto a 11 gestores de carteiras, feita já depois da morte de Jobs, mostrou um forte apoio à nova direção da Apple, comandada pelo executivo-chefe Tim Cook, e confiança de que a empresa está desenvolvendo grandes produtos pelos menos para os próximos anos.

Mas eles também esperam que a Apple comece a lhes dar algum rendimento.

"Eu optaria por um dividendo significativo", disse Peter Deininger, gestor de uma carteira no Columbia Large Cap Growth Fund, um dos maiores investidores da Apple.

Seis dos 11 gestores disseram que o pagamento de dividendos seria uma recompensa por sua lealdade --algo que eles temem que seja colocado à prova no momento em que Cook tenta ocupar o lugar de Jobs.

Dez gestores disseram que preservam ações da Apple na esperança de que Cook consiga cumprir as visões de Jobs no curto prazo. Mas cinco gestores preveem que a confiança dos investidores na Apple será posta em xeque no longo prazo.

"Temo que Steve fosse um centro de gravidade para a empresa, e, com o tempo, as pessoas vão dizer: 'Eu queria trabalhar para o Steve', e irão fazer outra coisa", disse David Eiswert, da T. Rowe Price. "Isso será algo a se observar nos de um ou dois anos."   Continuação...