Samsung amplia pedidos de proibição de vendas ao iPhone 4S

segunda-feira, 17 de outubro de 2011 09:23 BRST
 

SEUL, 17 de outubro (Reuters) - A Samsung Electronics afirmou nesta segunda-feira que entrou com pedido para proibir as vendas do iPhone 4S da Apple na Austrália e no Japão, ampliando uma batalha legal com sua arquirrival e maior cliente.

O movimento veio depois que a Samsung apresentou liminares contra o mais recente iPhone na França e na Itália, menos de um dia depois que o dispositivo foi apresentado, alegando que o produto infringe suas patentes.

Desde abril, Apple e Samsung têm travado uma batalha legal amarga em dez países envolvendo smartphones e tablets, disputando a primeira posição nos mercados em rápido crescimento. A Apple é também o maior cliente da Samsung, compradora principalmente de chips e telas.

A Apple conseguiu liminares contra alguns produtos Samsung na Austrália, Alemanha e Holanda, e ainda busca impedir a venda de modelos nos Estados Unidos, o campo de batalha chave de smartphones.

A Samsung disse nesta segunda-feira que recorreu da decisão do tribunal australiano em conceder uma liminar sobre o Galaxy Tab 10.1.

O presidente e diretor operacional da Samsung Electronics, Lee Jae-yong, embarcou no domingo para os Estados Unidos, para assistir ao memorial privado da Apple para Steve Jobs, segundo uma porta-voz da Samsung.

A imprensa local especula que Lee poderá ter uma reunião em separado com o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, e discutir formas de resolver a disputa legal, mas a porta-voz negou as informações.

(Por Hyunjoo Jin)