EUA aprovam fundo para levar banda larga a todos os habitantes

quinta-feira, 27 de outubro de 2011 18:57 BRST
 

Por Jasmin Melvin

WASHINGTON (Reuters) - Todos os norte-americanos terão acesso a Internet banda larga e telefone até o final da década, de acordo com novas regras adotadas por órgãos reguladores dos Estados Unidos.

As regras reformarão um sistema ineficiente, afetado por acusações de fraudes relativas a tarifas telefônicas, e devem resultar na economia de 2,2 bilhões de dólares repassados a consumidores, estimou a Federal Communications Commission (FCC).

A FCC votou com unanimidade nesta quinta-feira para modernizar seu programa de serviço universal, com o objetivo de ajudar os 18 milhões de norte-americanos que não têm acesso à banda larga onde vivem e trabalham.

As novas regras repassarão cerca de 4,5 bilhões de dólares em dinheiro público, gastos anualmente para subsidiar o serviço de telefone para famílias rurais, para serviços de Internet de alta velocidade em locais rurais e regiões onde a prestação de serviço é mais cara.

O terreno desafiador, as longas distâncias em relação a redes existentes e baixa densidade populacional estão entre os fatores que criam lacunas de infraestrutura na rede de distribuição, pois provedores de banda larga consideram estas áreas não rentáveis.

A construção de infraestrutura de banda larga para as áreas não atendidas pode começar no início de 2012 com o plano, levando a Internet de alta velocidade a centenas de milhares de moradias no médio prazo.