Palestinos dizem que hackers atacaram seus serviços de Internet

terça-feira, 1 de novembro de 2011 16:02 BRST
 

RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - Hackers atacaram serviços de Internet palestinos na Cisjordânia e na Faixa de Gaza nesta terça-feira, disse o ministro das Telecomunicações palestino, acusando um governo estrangeiro de estar por trás da interferência.

"Todos os endereços IP palestinos foram expostos a um ataque concentrado e organizado do exterior", afirmou Mashour Abu Daqqa à Reuters. "Acho que isso é organizado por um Estado. Essa é a minha predição", afirmou ele.

Abu Daqqa contou que técnicos da empresa de telecomunicações Paltel, provedora de serviços de Internet, estão trabalhando para resolver o problema, que também impede que os usuários visitem sites estrangeiros. Eles identificaram servidores falsos por trás da interrupção, acrescentou ele.

"Está entre lento e totalmente parado", afirmou Ghassan Khatib, porta-voz da Administração Palestina, em Ramallah.

Em outra declaração à agência de notícias palestina Wafa, Abu Daqqa afirmou que o ataque estava relacionado à admissão dos palestinos pela Organização Educacional, Científica e Cultural das Nações Unidas (Unesco) na segunda-feira, um sucesso diplomático para os palestinos e uma medida à qual Israel se opôs.

(Por Tom Perry)