Telefónica deve reduzir modelos de aparelhos vendidos

quinta-feira, 3 de novembro de 2011 15:36 BRST
 

Por Kate Holton

LONDRES (Reuters) - A Telefónica vai reduzir sua gama de aparelhos como parte de uma estratégia para gerar eficiência, tornando-se mais livre para desenvolver novos produtos e serviços dentro de sua divisão digital.

A Telefónica, dona da marca de telecomunicações móveis O2, reestruturou-se nos últimos meses em duas divisões, a da Europa e a da América Latina, e criou duas novas unidades operacionais, uma divisão digital e uma unidade de recursos global.

O objetivo da unidade de recursos global é tornar a empresa mais eficiente, centralizando a compra de equipamentos em toda a empresa para tirar proveito de sua escala e evitar a duplicação.

Matthew Key, ex-diretor da Telefónica Europa que está estabelecendo a nova unidade digital, disse a jornalistas que o grupo vende atualmente 240 aparelhos, sendo apenas 12 comuns em todos os mercados. Ele pretende reduzir esse número para menos de 100.

A divisão digital reunirá todos os projetos digitais da Telefónica e a unidade de pesquisa e desenvolvimento sob o mesmo teto, em uma tentativa de criar novos serviços e acelerar o tempo necessário para levá-los para o mercado.

A empresa vai se focar em áreas como publicidade digital, serviços financeiros e computação em nuvem.