Lagarde, do FMI, adota equivalente chinês do Twitter

terça-feira, 8 de novembro de 2011 09:37 BRST
 

XANGAI (Reuters) - Christine Lagarde, a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), somou-se a um crescente número de personalidades e celebridades ocidentais, a exemplo de Bill Gates e da atriz Emma Watson, e abriu uma conta na mais popular das plataformas chinesas de microblogs, a Weibo --recebendo resposta calorosa.

"Olá, Sina Weibo. Espero mantê-los informados por aqui. Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, escreveu ela em inglês na sua primeira mensagem, em weibo.com/christinelagarde, na segunda-feira. O post recebeu 1,4 mil respostas.

O Weibo, da Sina, se parece com o Twitter, permitindo que os usuários postem mensagens curtas de até 140 caracteres e atraiam seguidores, e a comunidade do Weibo recebeu Lagarde calorosamente.

A China bloqueia o uso de sites estrangeiros como o Facebook, YouTube e Twitter, e usa filtros para monitorar e bloquear conteúdo indesejado nos sites de Internet do país.

"Excelente. O WB (Weibo) encurta as distâncias e une as pessoas de todo o mundo", escreveu um usuário, em inglês.

Lagarde já tem 28 mil seguidores. Gates, que estreou no Weibo em setembro de 2010, conta com 2,1 milhões de seguidores, e Watson, estrela da série de cinema Harry Potter, atraiu 510 mil seguidores desde sua primeira mensagem, em julho de 2011.

O Weibo diz ter verificado que as contas em questão são genuínas.

A China anunciou no mês passado que intensificaria seu controle sobre a mídia social online e os serviços de mensagens instantâneas, que se tornaram canais populares para disseminação de notícias e opiniões que podem incomodar o governo.

Lagarde foi a Moscou na segunda-feira para pedir à zona do euro que redobre seus esforços de combate à crise da dívida no bloco.

(Por Melanie Lee)