Nasa fará voo teste de cápsula para "espaço profundo"

terça-feira, 8 de novembro de 2011 19:07 BRST
 

Por Irene Klotz

CAPE CANAVERAL, Flórida (Reuters) - A Nasa pretende acrescentar a seu programa um voo-teste não tripulado de uma nova nave para o "espaço profundo", projetada para enviar astronautas a asteróides, à Lua, à Marte e outros destinos no Sistema Solar interior, com o custo de 370 milhões de dólares, afirmaram autoridades nesta terça-feira.

A espaçonave Orion, que está sendo desenvolvida pela Lockheed Martin Corp, decolará a bordo de um foguete Delta 4 ou de um Atlas 5 da Estação da Força Aérea de Cape Canaveral em 2014, afirmou o porta-voz da Nasa Josh Byerly.

A nave será lançada em uma órbita acima dos 8 mil quilômetros acima do planeta. Após dar a volta na Terra duas vezes, ela entrará de volta na atmosfera a mais de 32 mil quilômetros por hora, superando a velocidade de 28 mil quilômetros por hora de um ônibus espacial voltando ao planeta.

A maior velocidade na qual uma nave espacial retornou à Terra com astronautas a bordo foi de 39,7 mil quilômetros por hora, atingida pela Apollo 10, em 1969, acrescentou Byerly.

"Aprenderemos com esse teste que a Orion irá sobreviver à volta, sendo tão rápida quanto deve", disse.