November 10, 2011 / 5:29 PM / in 6 years

Siemens prevê crescimento estável no lucro de 2012

3 Min, DE LEITURA

Por Marilyn Gerlach

MUNIQUE (Reuters) - A Siemens, um termômetro da maior economia da zona do euro, anunciou um dividendo menor que o esperado e previu um crescimento estável no lucro de 2012 depois de fechar o ano fiscal em cenário econômico turbulento.

A fabricante de produtos que vão de trens rápidos e turbinas a gás a lâmpadas e aparelhos auditivos disse nesta quinta-feira que pagará 3 euros por ação aos acionistas em dividendos.

Isso é mais do que os 2,70 euros do ano passado, porém menos do que a estimativa do mercado de 3,14 euros.

O lucro do trimestre fiscal até setembro, normalmente o mais forte período para a Siemens, ficou abaixo das expectativas por causa do gasto extraordinário de 231 milhões de euros (313,8 milhões de dólares) no negócio de energia sola.

O cenário macroeconômico continuou a ser "altamente volátil e difícil de prever", de acordo com o presidente-executivo Peter Loescher, que disse estar otimista sobre a chance de o maior conglomerado de engenharia da Europa passar bem pelos altos e baixos da zona do euro.

Loescher declarou a repórteres que a Siemens pode se beneficiar dos negócios em países emergentes, onde teve crescimento em taxas acima da média.

"Apesar desse contratempo, a Siemens continuará a crescer mais rápido do que a economia global como um todo", disse.

Segundo o presidente-executivo, a companhia está bem posicionada para ter um crescimento razoável de receita e aumentar a receita líquida para mais de 100 bilhões de euros a médio prazo.

A Siemens prevê que o lucro de operação continuada em 2011/2012 ficará no nível dos 7,01 bilhões de euros de um ano antes, excluindo o efeito positivo de 1 bilhão de euros relacionado à Areva.

O lucro operacional dos três mais importantes negócios da Siemens somou 2,17 bilhões de euros (2,95 bilhões de dólares) no quarto trimestre fiscal, enquanto o lucro de operação continuada registrou um lucro de 1,23 bilhão de euros ante perdas de 42 milhões de euros registradas anteriormente.

Entretanto, as encomendas trimestrais superaram a estimativa com uma queda de 2 por cento para 21,57 bilhões de euros, contra uma expectativa média de 20,37 bilhões de euros.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below