Maior acionista do Yahoo critica negociações de venda--fonte

quinta-feira, 10 de novembro de 2011 19:04 BRST
 

Por Peter Lauria e Alexei Oreskovic

(Reuters) - A Capital Research and Management, maior acionista do Yahoo, está "extremamente insatisfeita" com a forma pela qual a companhia de Internet está conduzindo negociações com possíveis compradores, de acordo com uma fonte que conhece o pensamento da instituição de investimento.

A CapRe está "muito insatisfeita com o conselho do Yahoo, nos últimos anos, e também com a maneira pela qual está sendo conduzido o processo de revisão estratégica agora em curso", segundo a fonte.

A CapRe contatou o conselho do Yahoo nos últimos dias a fim de expressar preocupação quanto a algumas das discussões de venda, reportou o Wall Street Journal na quarta-feira, citando fontes.

Mas a fonte que conversou com a Reuters disse não ter conhecimento direto de se os executivos que cuidam do investimento da CapRe na Reuters expressaram sua insatisfação diretamente ao conselho do Yahoo.

De acordo com uma reportagem da Reuters no começo de outubro, que citava múltiplas fontes, o co-fundador do Yahoo, Jerry Yang, estava estudando uma venda para grupos de capital privado que fechariam o capital do Yahoo, em parte porque isso representaria sua melhor chance de continuar envolvido com a empresa.

Um representante do conselho do Yahoo citou na quarta-feira um comunicado divulgado na sexta-feira da semana passada, segundo o qual a revisão estratégica pelo conselho está sendo "administrada da maneira devida e em benefício de todos os acionistas".

Também na semana passada, o investidor ativista Daniel Loeb, presidente-executivo do fundo de hedge Third Point, acionista do Yahoo, voltou a exigir a renúncia de Yang.

Em carta ao conselho do Yahoo, Loeb se declarou "profundamente preocupado" com o Yahoo estar considerando transações que permitiriam que grupos de capital adquirissem participação acionária substancial na empresa.