Ex-presidente da Olympus chega ao Japão para investigações

quarta-feira, 23 de novembro de 2011 16:32 BRST
 

NARITA, Japão (Reuters) - O ex-presidente-executivo da Olympus, Michael Woodford, chegou a Tóquio nesta quarta-feira para uma reunião com investigadores do inquérito sobre um dos maiores escândalos contábeis no Japão e com o Conselho que o tirou da empresa.

Com o aumento da especulação sobre possíveis ligações entre pagamentos feitos pela Olympus e o crime organizado, o inglês de 51 anos de idade desembarcou com pouco alarde no aeroporto de Narita, em Tóquio, onde era esperado por um assistente e por um grupo de 30 repórteres.

Woodford revelou trapaças de contabilidade do fabricante de câmeras e endoscópios após sua demissão, há um mês. Desde então, a Olympus admitiu esconder centenas de milhões de dólares em prejuízos e usar de pagamentos em fusões e aquisições para ajudar a encobrir as perdas.

O ex-executivo da Olympus disse que a polícia de Tóquio foi mais capaz de chegar à verdade. Cada pagamento suspeito de fusão e aquisição deve ser olhado "judicialmente", afirmou.

Woodford também destacou que a Olympus necessita de nova gestão, mas espera que a empresa de 92 anos de existência seja autorizada a permanecer como uma companhia listada.

(Por Tim Kelly)