Facebook faz acordo com FTC sobre privacidade no site

terça-feira, 29 de novembro de 2011 17:13 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O Facebook concordou em encerrar uma investigação da Federal Trade Comission dos Estados Unidos a respeito de práticas enganadoras de privacidade, comprometendo-se a parar de fazer falsas alegações e a submeter-se a auditorias independentes ao longo de 20 anos.

A FTC afirmou que a maior rede social do mundo tem adotado repetidamente práticas enganosas.

O Facebook, por exemplo, prometeu a usuários que não compartilharia informações pessoais com anunciantes, mas o fez, disse a entidade.

Além disso, a companhia não alertou adequadamente os usuários de que estava alterando seu site em dezembro de 2009, e algumas informações classificadas por usuários como privadas, como suas listas de amigos, se tornaram públicas, afirmou a FTC.

Com o acordo, que precisa ser aprovado pelo juiz de direito administrativo da FTC, o Facebook está impedido de agir de forma enganosa no futuro quanto ao uso de informações pessoais de clientes, e precisa obter a permissão de consumidores antes de mudar a forma de compartilhamento de tais informações.

O Facebook, que possui mais de 800 milhões de usuários, tem sido frequentemente criticado por suas práticas de privacidade.

(Reportagem de Diane Bartz e Alexei Oreskovic)