Acer prevê escassez de discos rígidos de até 15% no 4o trimestre

quarta-feira, 30 de novembro de 2011 09:23 BRST
 

Por Clare Jim

TAIPÉ (Reuters) - A taiuanesa Acer, quarta maior fabricante de computadores pessoais em vendas no mundo, previu que haverá uma escassez de 10 a 15 por cento no fornecimento de discos rígidos no quarto trimestre porque as enchentes na Tailândia atingiram vários fabricantes, disse nesta quarta-feira o presidente corporativo, Jim Wong.

Wong declarou durante entrevista coletiva que o impacto no primeiro trimestre ainda não está certo, mas que a companhia repassou para o consumidor final a maior parte da alta dos custos dos HDs.

O executivo acrescentou que a Acer manteve a previsão de que terá equilíbrio financeiro ou prejuízo no quarto trimestre e perda no fechado do ano.

A companhia taiuanesa prevê que as vendas do quarto trimestre cairão até 10 por cento em relação aos três meses anteriores e que aumentará os preços após as enchentes na Tailândia terem interrompido a entrega de discos rígidos para produção de computadores.

Wong disse que as vendas dos novos computadores da empresa da categoria ultrabook estão a caminho de bater a meta de vendas de 250 mil a 300 mil unidades no quarto trimestre.

A Acer, que está apostando nas vendas dos ultrabooks para o próximo ano, prevê que o preço da nova linha cairá a partir do segundo semestre de 2012.

Wong disse que os tablets responderão por 7 a 8 por cento da receita deste ano e que continuarão nesse nível em 2012.

A companhia planeja lançar um tablet com processador de quatro núcleos e que executará o Android, sistema operacional do Google, e um tablet com a segunda geração do Windows 7, da Microsoft.