Nintendo quer manter força da Black Friday

quarta-feira, 30 de novembro de 2011 09:50 BRST
 

Por Liana B. Baker

NOVA YORK (Reuters) - Depois de forte desempenho na Black Friday, a Nintendo quer manter o desempenho de vendas de seus produtos nas cinco semanas seguintes na crucial temporada de festas de fim de ano, disse o presidente do grupo na Reuters Global Media Summit.

Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America, disse que a companhia registra 60 por cento de sua receita no período de festas de fim de nao, 10 por cento acima da média setorial.

"Nas próximas cinco semanas, preciso vender muitos Nintendo 3DS, Wiis e software", disse ele.

Os investidores estarão acompanhando o desempenho de vendas da Nintendo nas festas com mais atenção que nunca, porque o preço das ações da companhia vem caindo e ela prevê o primeiro prejuízo líquido anual de sua história, no ano-fiscal atual.

Fils-Aime disse que a empresa estava a caminho de cumprir suas metas de vendas na temporada de festas, e culpou a alta do iene pelos problemas financeiros da companhia este ano.

"Cada dólar que envio ao Japão vale menos, e por isso, para nós, como empresa, é preciso foco na venda de mais hardware, mais software e em obter o máximo possível de receita, porque não tenho como influenciar os mercados de câmbio", afirmou.

A Nintendo quer manter o ritmo de vendas conquistado na Black Friday, quando as maiores cadeias de varejo dos Estados Unidos ofereceram produtos de videogame com descontos, aceitando os prejuízos que isso poderia acarretar na esperança de atrair mais compradores às suas lojas. Os EUA são o maior mercado da Nintendo.

A Wal-Mart colocou à venda uma edição limitada do console Wii, em azul, por 99,96 dólares e esgotou seus estoques do produto na Black Friday, por exemplo.   Continuação...