Oferta pública do Facebook pode criar milhares de milionários

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011 09:49 BRST
 

Por Alexei Oreskovic e Sarah McBride

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - Viajar ao espaço ou iniciar uma expedição arqueológica a ruínas maias perdidas normalmente são coisa de romance de aventuras. Mas para os funcionários do Facebook, esses e outros sonhos estão se tornando mais próximos da realidade à medida que o maior serviço mundial de redes sociais se aproxima de uma oferta pública inicial bilionária que pode criar pelo menos mil milionários de uma vez.

A mais aguardada estreia no mercado de ações em 2012 deve estabelecer valor de mercado de até 100 bilhões de dólares para o Facebook, o que superaria todas as demais estreias em mercado do Vale do Silício, do Netscape ao Google.

Embora os mercados financeiros fracos possam resultar em adiamento ou redução no valor de qualquer oferta pública inicial, até os mais conservadores entre os observadores do mercado acreditam que o Facebook esteja destinado a estabelecer um novo patamar em uma região conhecida pela criação de fortunas, com até mesmo os mais humildes funcionários colhendo milhões de dólares em lucros.

Antigos e atuais funcionários do Facebook já estão preparando planos sobre como gastar a riqueza que vão adquirir, ainda que os regulamentos do mercado financeiro proíbam que as opções de ações detidas por funcionários sejam exercidas antes do final de um período de bloqueio de seis meses.

"As pessoas estão fazendo listas de coisas que sempre quiseram fazer, e agora poderão", disse um ex-funcionário que começou no Facebook em 2005, pouco depois que a empresa foi fundada.

Seu plano é reservar uma viagem ao espaço que custaria 200 mil dólares ou mais, na Virgin Galactic ou qualquer outra das companhias que estão trabalhando para criar um mercado de turismo espacial. A quantia é modesta, diante da sua expectativa de que as ações do Facebook que detém valham 50 milhões de dólares.

"Se a oferta pública inicial acontecer mesmo, vou reservar a viagem", disse o ex-funcionário, que pediu que seu nome não fosse mencionado porque não deseja atrair atenção para a sua situação financeira, dado o espírito inimigo da ostentação que prevalece no Vale do Silício. "É um sonho de infância", disse ele, sobre a viagem espacial.

INDIANA JONES   Continuação...