Paul Allen, co-fundador da Microsoft, lança projeto espacial

terça-feira, 13 de dezembro de 2011 18:01 BRST
 

SEATTLE (Reuters) - O co-fundador da Microsoft, Paul Allen, está planejando construir uma nave espacial que pode substituir os ônibus espaciais nesta década.

Allen, de 58 anos, espera que sua nova empresa -batizada de Stratolaunch Systems- lance foguetes não-tripulados que podem ir de aviões transportadores a cargas governamentais e comerciais e as traga de volta. Ele espera que, por fim, as missões possam se tornar tripuladas.

A iniciativa ocorre apenas meses após os Estados Unidos aposentarem seu programa de ônibus espaciais após 30 anos, abrindo o caminho para que empresas privadas forneçam veículos espaciais.

O foguete de Allen será lançado de uma grande nave de carga movida por seis motores a jato jumbo, que serão construídos pela Scaled Composites, unidade da companhia de defesa Northrop Grumman. Já o foguete será produzido pela companhia espacial privada SpaceX, fundada por Elon Musk, o co-fundador bilionário do PayPal.

A meta é realizar o primeiro voo teste dentro de cinco anos.

"Por muito tempo, sonhei em dar o próximo grande passo nos voos espaciais privados", disse Allen em comunicado. "Oferecer um sistema de entrega espacial orbital flexível."

Allen -listado pela revista Forbes como a 57a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de 13,2 bilhões de dólares- é o último de uma lista de bilionários do setor de tecnologia com interesse na privatização das viagens espaciais.

Suas ambições espaciais o colocam ao lado de Musk e do fundador da Amazon.com, Jeff Bezos, que quer levar as pessoas ao espaço por um preço acessível.

(Reportagem de Bill Rigby)