Colapso de acordo da AT&T pode beneficiar fornecedores

terça-feira, 20 de dezembro de 2011 19:48 BRST
 

20 Dez (Reuters) - O colapso do acordo da AT&T para comprar a unidade wireless da Deutsche Telekom nos Estados Unidos pode ser uma boa notícia para as fabricantes de equipamentos de redes, pois o dinheiro destinado à fusão deve ser liberado para investimentos.

Tanto a AT&T quanto a T-Mobile USA contiveram seus gastos em cobertura e redes em um esforço para pressionar pela aprovação do acordo, que teria alçado a AT&T para o primeiro lugar do mercado norte-americano, acima da rival Verizon Wireless.

A AT&T retirou sua oferta na segunda-feira em meio a uma forte oposição de órgãos reguladores.

"Acreditamos que, nos últimos meses, a AT&T conteve significativamente os gastos do quarto trimestre para ganhar influência em sua disputa com reguladores", disse o analista George Notter, da Jefferies.

Verificações recentes com fabricantes e vendedoras de equipamentos sugerem uma expectativa de que os gastos da AT&T subam com força no primeiro trimestre e que a companhia seja consideravelmente agressiva em seus gastos na primeira metade de 2012, afirmou Notter.

Jeff Kvaal, da Barclays Capital, afirmou que as fabricantes de equipamentos próximas a estações de comunicação sem fio serão as mais beneficiadas, pois a AT&T interrompeu "gastos por volta de setembro, principalmente em mobilidade".

Fornecedores com menor exposição aos gastos da AT&T com tecnologia wireless -como Amdocs, Ciena, Cisco, F5 e Juniper -se beneficiarão indiretamente, disse.

(Reportagem de Nicola Leske)