Zynga lança primeiro jogo depois da oferta inicial de ações

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012 16:31 BRST
 

(Reuters) - A produtora de jogos online Zynga vai lançar um novo jogo para celulares chamado "Scramble With Friends", na quinta-feira, para expandir sua base de usuários para além do Facebook e acompanhar os rivais no mercado de portáteis.

As ações da Zynga caíram abaixo de seu preço de oferta inicial, depois que começaram a ser negociadas no pregão da Nasdaq, em 16 de dezembro. Na quinta-feira, elas estavam sendo negociadas a 9,04 dólares, cerca de 10 por cento abaixo de seu preço de oferta inicial.

Embora a Zynga tenha sido uma das primeiras produtoras de jogos para a plataforma do Facebook, no ramo dos celulares ela não conta com essa vantagem. Companhias como a Walt Disney e a Electronic Arts já lançaram jogos de sucesso para celulares.

Para tentar reproduzir a popularidade que conquistou no Facebook, a Zynga está tentando criar uma rede de jogos para celulares sob uma mesma marca, para que os usuários possam jogá-los com o mesmo grupo de amigos.

No novo jogo lançado na quinta-feira, os participantes correm uns contra os outros para descobrir palavras. O Scramble With Friends foi criado para os jogadores que já usam o Words With Friends e o Hanging With Friends, dois outros jogos de palavras da Zynga.

"A coisa mais difícil com os jogos para aparelhos móveis é criar esse efeito de rede, porque eles não contam com a mesma plataforma social inerente que o Facebook oferece", disse Paul Bettner, vice-presidente do Zynga With Friends, o estúdio texano antes conhecido como Newtoy que a Zynga adquiriu em 2010.

"Uma rede de jogadores existentes -é o que estamos tentando construir com essa marca. Se os jogadores estiverem gostando do Words With Friends, já terão criado uma rede de amigos", acrescentou.

Dada a dependência da Zynga quanto ao Facebook -95 por cento de seu faturamento vem da rede social-, os investidores estão observando com atenção sua estratégia para jogos móveis. A Zynga anunciou nas suas apresentações anteriores à oferta pública inicial, em dezembro, que tinha 13 milhões de jogadores diários em aparelhos móveis, ante 11,1 milhões em outubro.

Por Liana B. Baker