Setor de telecomunicações reduzirá investimento em redes

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012 10:17 BRST
 

Por Leila Abboud e Tarmo Virki

PARIS/HELSINQUE, 13 Jan (Reuters) - As operadoras de telecomunicações devem reduzir seus gastos com redes em todo o mundo, este ano, o que prejudicará os fabricantes de equipamentos que só agora começavam a se recuperar de intensas guerras de preço e da mais recente desaceleração econômica.

As operadoras europeias provavelmente exercerão mais cautela porque uma recessão está próxima e os consumidores estão menos dispostos a gastar com celulares inteligentes caros, enquanto as da China e dos Estados Unidos reduziram seu ritmo frenético de investimentos em telefonia móvel.

A mudança exercerá pressão sobre fabricantes problemáticas de médio porte como Alcatel-Lucent e Nokia Siemens Networks , mais vulneráveis do que a líder de mercado Ericsson ou a rival chinesa de baixo custo Huawei .

Algumas fabricantes menores, como Juniper Networks e Acme Packet, já divulgaram alertas quanto a quedas de lucro nas últimas semanas, atribuindo os problemas aos cortes nos gastos das grandes operadoras norte-americanas como Verizon Communications e AT&T.

A Alcatel-Lucent teve de rebaixar suas metas de margem de lucro e fluxo de caixa para 2011, e a Nokia Siemens Networks anunciou demissões em massa e uma reestruturação.

Por trás dos alertas está uma desaceleração econômica iniciada no segundo semestre do ano passado que já começou a pesar sobre as ações da fabricante de equipamentos de telecomunicações.

"Embora a crise não deva ser tão ruim quanto a de 2009, quando as operadoras reduziram drasticamente seus gastos, antecipamos crescimento muito fraco para este ano e pressão continuada sobre os preços", disse Cedric Pointier, gerente de portfólio na Natixis Asset Management, que detém ações da Alcatel-Lucent, Nokia e Ericsson em seus fundos.

"Em momentos de dificuldade econômica, as operadoras de telecomunicações escolhem entre buscar crescimento e proteger o fluxo de caixa, e em geral ajustam os gastos de capital a fim de manter o fluxo de caixa", disse.

Os investimentos das operadoras de telecomunicações tendem a acompanhar os ciclos econômicos, porque elas cortam custos quanto seus clientes passam a se preocupar mais com preços.