23 de Janeiro de 2012 / às 12:17 / 6 anos atrás

Executivo interno assume comando da RIM

Por Alastair Sharp

WATERLOO, Canadá, 23 Jan (Reuters) - Os copresidentes-executivos da Research In Motion, Mike Lazaridis e Jim Balsillie, cederam à pressão de investidores e renunciaram de seus cargos, entregando o posto máximo a um executivo de dentro da companhia fabricante do Blackberry, que há quatro anos passa por problemas.

Thorsten Heins, um ex-executivo da Siemens que subiu dentro da cadeia de gerência da RIM desde que entrou na empresa em 2007, assumiu como presidente-executivo no sábado, informou a companhia no domingo.

A mudança encerra duas décadas de parceria entre Lazaridis e Balsillie no comando da companhia que agora enfrenta crescente pressão competitiva da Apple e do Google.

Com o preço da ação da RIM caindo aos menores níveis em oito anos, uma onda de rumores nos últimos meses passou a envolver a empresa sobre uma eventual venda. Investidores apontavam a presença forte de Lazaridis e Balsillie como um motivo para uma venda ser difícil.

Investidores ativos pediam nos últimos meses a entrada de um líder “transformador”, que pudesse revitalizar a linha de produtos da RIM e ressuscitar sua imagem de empresa de tecnologia de ponta.

“É a primeira coisa boa que eles fizeram em meses”, disse o analista Ed Snyder, da Charter Equity, mostrando ressalva, no entanto, quanto à escolha de Heins, por muito tempo assistente de Lazaridis e Balsillie. “Meu pressentimento é de que se trata de uma mudança de mentalidade”, acrescentou.

O analista Michael Urlocker, da GMP Securities, questionou se Heins tem conhecimento suficiente para o cargo. “Não tenho certeza se um engenheiro como o novo presidente-executivo realmente entende dos problemas centrais enfrentados pela RIM”, afirmou.

Lazaridis e Balsillie também abriram mão do cargo de presidentes do conselho da RIM. Barbara Stymiest, membro independente do conselho e que já esteve à frente do Bolsa de Toronto, assumirá o cargo.

A dupla, que fez com que empresa que Lazaridis abriu em 1985 se transformasse em uma companhia global com vendas de 20 bilhões de dólares no ano passado, enfrentou uma série de críticas nos últimos anos após o BlackBerry ter ficado à sombra do iPhone da Apple e dos vários aparelhos que usam o sistema Android, do Google.

Lazaridis e Balsillie -dois dos três maiores acionistas da RIM, com 5 por cento cada- continuarão como membros do conselho. Lazaridis será também vice-presidente de conselho e chefe de um comitê de inovação recentemente criado.

O executivo planeja comprar mais 50 milhões de dólares em ações da RIM no mercado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below