Executivo interno assume comando da RIM

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012 10:15 BRST
 

Por Alastair Sharp

WATERLOO, Canadá, 23 Jan (Reuters) - Os copresidentes-executivos da Research In Motion, Mike Lazaridis e Jim Balsillie, cederam à pressão de investidores e renunciaram de seus cargos, entregando o posto máximo a um executivo de dentro da companhia fabricante do Blackberry, que há quatro anos passa por problemas.

Thorsten Heins, um ex-executivo da Siemens que subiu dentro da cadeia de gerência da RIM desde que entrou na empresa em 2007, assumiu como presidente-executivo no sábado, informou a companhia no domingo.

A mudança encerra duas décadas de parceria entre Lazaridis e Balsillie no comando da companhia que agora enfrenta crescente pressão competitiva da Apple e do Google.

Com o preço da ação da RIM caindo aos menores níveis em oito anos, uma onda de rumores nos últimos meses passou a envolver a empresa sobre uma eventual venda. Investidores apontavam a presença forte de Lazaridis e Balsillie como um motivo para uma venda ser difícil.

Investidores ativos pediam nos últimos meses a entrada de um líder "transformador", que pudesse revitalizar a linha de produtos da RIM e ressuscitar sua imagem de empresa de tecnologia de ponta.

"É a primeira coisa boa que eles fizeram em meses", disse o analista Ed Snyder, da Charter Equity, mostrando ressalva, no entanto, quanto à escolha de Heins, por muito tempo assistente de Lazaridis e Balsillie. "Meu pressentimento é de que se trata de uma mudança de mentalidade", acrescentou.

O analista Michael Urlocker, da GMP Securities, questionou se Heins tem conhecimento suficiente para o cargo. "Não tenho certeza se um engenheiro como o novo presidente-executivo realmente entende dos problemas centrais enfrentados pela RIM", afirmou.

Lazaridis e Balsillie também abriram mão do cargo de presidentes do conselho da RIM. Barbara Stymiest, membro independente do conselho e que já esteve à frente do Bolsa de Toronto, assumirá o cargo.   Continuação...